Title
Nem tente
TagLine
Grupo Totem
descrição

Em luta por moradia e dignidade, cerca de 300 mulheres do MTST encabeçam uma ocupação em 19 de março de 2018 no antigo edifício SulAmérica, localizado na Praça da Independência, mais conhecida como praça do Diário, que fica no bairro de Santo Antônio, centro do Recife. Levando o nome da companheira Marielle Franco, mulher que exercia o mandato de vereadora no Rio de Janeiro, como forte representante da luta por direitos da periferia, executada dias antes, em 14 março de 2018, a ocupação formada por mulheres e seus familiares, demarcam a resistência no centro urbano recifense, diante do massacre vivenciado por tantas famílias sem teto. Durante a ocupação, em meio a total falta de estrutura e segurança, se desenvolvem os dormitórios, recepção de doações, regras de convivência, articulação política, criação de creche, movimentação cultural, etc. A ocupação Marielle Franco é um monumento erguido nas entranhas do Recife por mulheres guerreiras, coletivas, imparáveis.

Ao grupo Totem coube contribuir com este grito por garantia de direitos, através da realização da performance Nem Tente dentro da ocupação, ampliando a realidade local. Este trabalho inspirado em poesias de Charles Bukowski, remete ao submundo explorado pelo autor e utiliza da acidez de sua obra, frente à mediocridade a qual está submetida a humanidade, enquanto estimula a biopotência presente nos corpos, fonte inesgotável de formas de existência, que possibilita o extrapolar das limitações impostas. Através da teia social que estamos imersos, a experiência da performance Nem Tente na ocupação Marielle Franco constrói pontes entre contextos urbanos e desiguais e suas insurgências. A frase do poeta “se vai tentar, vá até o fim, do contrário, nem tente”, sugere o enfrentamento à rejeição e a importância de se resistir sempre. Gritam os poemas sobre a hipocrisia humana e sua maldade, em meio ao ambiente insalubre onde se constrói a cidadania, na prática. Pela segunda vez em uma ocupação, Nem Tente afirma seu embate ao que somos reduzidos. O monumento do Totem explora meios de saída diante do vazio, no local em que se eterniza Marielle, ‘como uma lua alta’.

Conheça mais sobre Grupo Totem

Audiovisual
Direção e produção
Alexandre Salomão

Atrizes-performers
Gabi Cabral
Juliana Nardin
Lau Veríssimo
Taína Veríssimo

Maquiagem
Inaê Veríssimo

Direção da Performance
Fred Nascimento

Roteiro
Paulo Andrade
Grupo Totem

Direção de Produção
Luiz Manuel

Direção de Fotografia
Zé Diniz
Alexandre Salomão

Captação de som
Lara Bione

Assistente de fotografia e edição
Rick Almeida

Montagem
Alexandre Salomão

Trilha Sonora
Fred Nascimento

Correção de cor/grading
Zé Diniz

Fotografia Still
Yuska Ferreira

Agradecimentos
Rafaella Gomes

3d Viewer